11 SETORES DERRUBADOS PELO CORONAVÍRUS

Meus amigos, estamos vivendo em tempos loucos e poucos de nós conseguiriam prever a situação atual da nova década, o coronavírus fez a maior parte do mundo ficar em completo isolamento e os mercados estão caindo todos ao nosso redor.


Separamos aqui uma lista de 11 negócios afetados pela crise do COVID-19.


Se quiser conferir quais os impactos mais profundos desse vírus nos empreendimentos, preparamos um artigo com uma análise mais completa AQUI.


1- Shoppings



Enquanto a infecção cresce, mais e mais países estão impondo normas sobre distância social.


Com isso, os limites para idas a espaços públicos fazem com que ruas e shoopings se encontrem vazios agora e se tornando ambientes quase fantasmagóricos.


Não importa quão impressionante é a promoção ou o quão linda é a vitrine, não está influenciando os clientes, pois são poucos os que saem de casa!


Muitos decidiram fechar as portas (ou foram obrigados a isso) e mandar os funcionários para casa para proteger seus clientes e colaboradores.


Dessa forma o varejo físico está sendo influenciado a investir no online e atender via delivery.


Pode-se ver que o e-commerce está indo bem melhor na crise quando vemos Jeff Bezos (CEO da Amazon) declarando que quer mais 100.000 membros para a Amazon.


2- Bares e restaurantes





Distância social é uma das chaves para conter o vírus, muitos governos estão forçando o fechamento de bares para atender a normas que impedem aglomerações.


O governador de Nova York por exemplo declarou o fechamento total de todos os negócios não essenciais.


Nesse panorama os únicos permitidos são farmácias, supermercados, hospitais, lavanderias, postos de gasolina e algumas linhas de transporte público.


O que significa que todos os bares e restaurantes foram fechados imediatamente. Exceto por serviços delivery de comida, não há como esses estabelecimentos gerarem renda.


3- Festivais de música




No mundo inteiro, festivais de música estão sendo cancelados, mas você pode pensar, idai?


Bom, vamos ver um pouco mais a fundo. Com o Covid-19 a solta e regras sobre grandes aglomerações estes festivais foram fechados.


Mas isso é um grande nocaute para todos os envolvidos, desde músicos, pessoas que trabalham no suporte, equipe de aparelhamento, viagens, ingressos, acomodações, e pequenos negócios como vendedores de comida certo. Todos vão sofrer um grande golpe sobre o faturamento anual.


Muitos dos custos como em marketing nunca vão ser recuperados, e é incerto saber como será essa indústria depois desta crise.


Afinal de contas o público ainda não terá uma grande demanda por lugares lotados tão cedo depois do ocorrido. Só o tempo dirá.


4- Eventos esportivos



No dia 11 de março, a NBA suspendeu toda a temporada quando um dos jogadores da Jazz testou positivo para o vírus.


Mas 5 dias depois, 14 entre equipe de suporte e jogadores testaram positivo para o COVID-19.


Assim como festivais de música, eventos esportivos é uma indústria multi bilionária ao redor do mundo inteiro, de triatlos a maratonas, de campeonatos colegiais até ligas de primeira divisão, até as olimpíadas de Tokyo irão começar mais tarde.


Além disso, as indústrias de suporte estarão prejudicadas também, tais como de viagens e acomodações.


5- Serviços de beleza



Em um mundo onde tocar o rosto é extremamente perigoso, não existe muita demanda para ir a um salão de beleza para um serviço facial completo com uma pessoa estranha que está interagindo com outras a todo momento certo?


Com isso, você poderia argumentar que existe uma grande característica de higiene na indústria certo?


Só que isso não irá fazer com que seja uma ação sábia ir até um salão de beleza a não ser que você precise urgentemente, afinal nenhum de nós realmente vamos ver outras pessoas ou fazer uma social em tempos assim concorda?


De repente ajeitar o cabelo e unhas não parece tão atrativo, e várias pessoas estão poupando dinheiro no momento.


6- Indústria fitness



Se você nunca parou para pensar no alto risco de contágio em um monte de aparelhos e colchões cheios de suor, então chegou a hora!


Muitas academias foram fechadas até governos relaxarem as restrições sobre locais de aglomeração.


Na verdade, os grandes gigantes do setor vão conseguir sobreviver, mas as academias pequenas e os personal trainers irão realmente sentir com a crise por causa do isolamento e distância social para conter o coronavírus.


7- Casamentos e funerais


A noiva está chegando! Cadê?


Eventos em grupo são extremamente proibidos certo?


Na Africa do Sul por exemplo, eventos com mais de 100 pessoas não são permitidos.


Nos EUA, grupos de mais de 10 pessoas são proibidos.


Na Austrália, funerais estão suspensos por serem considerados serviços não essenciais, apenas se as pessoas estiverem em um grupo pequeno com 2 metros de distância de cada uma.


Os impactos podem ser dimensionados quando pensamos em tudo o que envolve essas indústrias, fotógrafos, cozinheiros, contratos dos locais, som, luz, todos sentirão com isso.


8- Cinemas, teatros, museus e galerias de arte



A distância social significa ficar fora de espaços públicos, e isso também significa o desastre para negócios que precisam do público para a compra de ingressos e tudo mais.


A falta de renda pode ser esmagadora para essa indústria enquanto muitos investimentos vultuosos foram feitos (marketing por exemplo) para muitas das exibições e títulos de filmes e podem nunca ser recuperados.


9- Linhas aéreas e agências de viagem


Possivelmente a indústria mais impactada do mundo com essa crise, com as medidas de restrições para parar o corona, a maioria das viagens foram canceladas, agentes de viagem e equipes hoteleiras estão tentando segurar as pontas.


Toda a indústria está experienciando uma queda de pelo menos 50% nos negócios globalmente.


Com isso, muitas empresas aéreas moveram o seu time de vendas para suporte de clientes para assim lidar com vários deles preocupados com as próprias viagens.


A única estratégia dessa indústria agora pelo visto é resolver os cancelamentos o mais rápido possível e reter a maior satisfação dos clientes.


Dessa forma, quando as viagens voltarem, pelo menos eles ainda terem alguma clientela fidelizada.


10 – Grandes fábricas


O chão de fábrica pode ser o melhor lugar para o contágio do vírus, uma pessoa poderia facilmente infectar qualquer um na linha de produção, interagir com as pessoas na cantina e depois no transporte público.


Por causa do banimento de viagens e fechamentos totais, muitas fábricas e indústrias foram forçadas a fechar.


Mas, em consequência...


Quando você quebra a cadeia de produção, outros que estão contando com os seus produtos ou partes dele são forçados e segurar as pontas também.


Isso é pela saúde de todos, é inegável, mas também é inegável o impacto econômico gerado.


11- Indústria hoteleira



Muitos hotéis foram atingidos de maneira drástica por causa do cancelamento de viagens internacionais e nacionais, já que viajantes foram uma das maiores fontes para o contágio do coronavírus.


Conferências de vendas ou de negócios hospedados por hotéis permitem o espelhamento rápido do vírus.


O Marriott Long Wharf em Boston hospedou uma conferência de uma empresa de biotecnologia em fevereiro.


Mas adivinha...


Uma pessoa infectada estava lá e o vírus rapidamente se espalhou para atendentes. Com o teste positivo de um atendente o Marriott decidiu fechar as portas imediatamente.


Esse é só um exemplo, mas infecções similares foram registradas globalmente em grandes marcas hoteleiras como Marriott, Ritz-Carlton, Hilton e mais.


Tanta receita perdida é gritante para propriedades tão grandes, é estimado que a indústria hoteleira dos EUA está perdendo U$1,4 bilhões toda semana que não opera!


E a perda de empregos como resultados do coronavírus será de cerca de 4 milhões nos EUA.


CONCLUSÃO


Pois é meus amigos, essa crise realmente está sendo uma baque para o mundo inteiro, a lista real jamais caberia dentro de um post de blog.


Espero que tenha gostado das informações e também espero que esteja tomando as suas precauções! Todo o time da Opção Consultoria está de Home Office!


Por favor, se informe sobre todas as medidas necessárias para se precaver em relação ao vírus, a ignorância é a pior inimiga em situações como essa, acesse esse link do governo para saber mais.

© 2019 Opção Consultoria - CNPJ: 02.744.184/0001-20