iFood x Uber Eats X Rappi: Quais as vantagens e desvantagens de cada um?


iFood x Uber Eats x Rappi
iFood X UberEats X Rappi

Se você tem uma empresa e está pensando em contratar um desses aplicativos, se você é uma pessoa que está pensando em gerar renda fazendo serviços de entrega ou até mesmo se você é um usuário indeciso, esse artigo foi feito para tirar todas as suas dúvidas sobre qual deles pode ser a melhor opção para você!


Afinal, qual serviço eu escolho? Ifood, Uber Eats ou Rappi? Quais as vantagens e desvantagens de cada um?


Bom, sabemos que os 3 são aplicativos de delivery de comida que revolucionaram o sistema de entregas para restaurantes e clientes por meio da integralização da logística com o uso da tecnologia dos smartphones.


Nos últimos anos, cada vez mais surgem no mercado alternativas para serviços básicos no dia-a-dia tanto empresarial quanto pessoal. E os aplicativos para celular têm dominado esse ramo quando a pauta são as inovações, é claro.


Quer uma consultoria especializada para dar um boost nas vendas do seu empreendimento ainda HOJE? Entre em contato conosco: www.opcaoconsultoria.com


Este artigo será dividido da seguinte forma, falaremos cada plataforma especificando como cada uma funciona para restaurantes, entregadores e usuários.


  • iFood (restaurantes, entregadores, usuários)

  • Uber Eats (restaurantes, entregadores, usuários)

  • Rappi (restaurantes, entregadores, usuários)

  • Análise Final

  • Conclusão

Mas então, quer saber qual o mais vantajoso para seu negócio? Vamos te falar as vantagens e você decide por si mesmo!

iFood

É o aplicativo de delivery de comida mais famoso e utilizado pelo mundo. Logo, quase todo empreendimento alimentício presente em cidades com atividade comercial significativa está lá oferecendo seus pratos. Vale dar uma olhada, tanto pela visibilidade quanto pelo custo.


Hoje já está em mais três países além do Brasil, que são Argentina, Colômbia e México. Presente em mais de 800 cidades e possuindo mais de 100.000 restaurantes cadastrados, mais de 80.000 entregadores e uma média de mais de 17 milhões de pedidos por mês.


Pois é, então com isso nem podemos nos assustar em saber que este app é o líder do mercado certo?


O marketing desta plataforma é tão forte que hoje em dia as pessoas não pedem comida, elas pedem iFood não é verdade?


Claro que ser parceiro de uma líder de mercado pode ser muito benéfico, geralmente a estrutura é maior, o marketing é efetivo, mas vamos aos dados.


iFood para restaurantes


Estar em um aplicativo de entregas torna seu produto mais acessível e, por consequência, alavanca suas vendas significativamente. Então é fato: se tornou quase imprescindível estar em um desses aplicativos para alcançar seu público ao máximo!


Aqui vamos expor o passo a passo para que você consiga se cadastrar, mas é importante frisar que para você que é dono(a) de um comércio, não dependa apenas de um aplicativo!


Se ao final deste artigo você decidir qual é o melhor para o seu negócio, não invalide os outros por causa disso, depender de apenas um torna o seu negócio frágil e vários restaurantes já entraram em apuros por causa disso.


Mas vamos lá, afinal de contas, como funciona o iFood para restaurantes?


Passo a Passo do cadastro


A primeira coisa que precisa ser feita não tem mistério, acesse o site https://www.ifood.com.br/


Clique em "restaurante" e você será redirecionado para uma nova tela, preencha o formulário inicial com seu nome, e-mail e telefone para contato, assim clique em "cadastro", você será redirecionado para um novo formulário com dados mais específicos tais como CNPJ, etc.


Vale lembrar que é preciso ter um CNPJ para ser cadastrado na plataforma. Em "especialidades" selecione em qual categoria o seu estabelecimento se encontra, tais como comida japonesa, lanches, bolos, etc.


Após isso você será redirecionado para uma tela onde é explicado como funciona a plataforma, em que você é avisado que verá o melhor plano para sua região, receberá um contrato no e-mail após o cadastro, a plataforma o ajudará a configurar o restaurante após o cadastro e também que a plataforma não possui fidelidade e você pode cancelar o contrato quando desejar.

Clicando em "continuar" aparecerá a seguinte tela:


O iFood atualmente oferece dois planos para os restaurantes parceiros: Básico e Entrega.


No plano básico você recebe os pedidos feitos através do aplicativo e o seu restaurante é o responsável por fazer as entregas, então nesse caso é necessário ter entregadores e também gerenciados.


Ou seja, oferece o canal entre o consumidor e o estabelecimento, cobrando 12% sobre o valor dos pedidos (+3,5% caso o pagamento seja pelo aplicativo) e mensalidade de R$ 100,00 caso o faturamento mensal das vendas pelo app seja superior à R$ 1800,00, caso contrário a mensalidade é totalmente grátis.

No plano entrega, a plataforma é que será a responsável por fazer as entregas dos pedidos aos clientes, ou seja, além da ligação entre o estabelecimento e o empreendimento, o iFood também fará o delivery para o restaurante utilizando seus parceiros oficiais.


Mas é uma opção mais cara, pois nesse caso a taxa do iFood para restaurantes é de 27% por venda. Além disso, também cobra-se uma mensalidade de R$ 130,00 caso as vendas pelo app superem R$ 1800,00, caso contrário é totalmente gratuito.

Escolhido o seu plano...


Você seguirá para uma tela em que são pedidos dados do dono do restaurante, tais como nome completo, RG, CPF e orgão emissor. Saindo disso, selecione se a sua empresa se enquadra como MEI ou ME (microempresa e outros).


Feito isso, serão pedidos os dados bancários para recebimento onde você vai informar o titular da conta vinculada ao CNPJ do seu restaurante ou ao CPF do proprietário para que você receba o repasse do aplicativo corretamente. Clique em "continuar" (calma estamos quase no fim).


Na próxima tela você precisa informar outros dados bancários tais como a conta, o banco, agência e outras informações para que assim o dinheiro caia na sua conta corretamente.


E por fim confira todas as informações bancárias, você não quer que o dinheiro caia na conta de outro não é? Crie a sua senha, conclua o cadastro e agora é só esperar o contrato por e-mail!


Análise e dicas

Bom primeiro de tudo você precisa ter um computador ou notebook com uma internet estável para conseguir receber os pedidos, então escolha um plano bom na sua região e não esqueça de contabilizar isso nos seus custos fixos.


Também é necessário um celular para que o cliente consiga entrar em contato e principalmente para você entrar em contato com ele fazendo um pós-venda (sempre bom) aguardando um tempo e ligando para o cliente para saber se ocorreu tudo certo com a entrega.


Tenha uma impressora para imprimir os pedidos também, é muito bom para a sua logística interna imprimindo uma folha para a cozinha por exemplo se o pedido ainda não estiver pronto e outra folha para o entregador caso ele seja do próprio estabelecimento (plano básico).


Caso você assine o plano básico, é necessário também uma maquininha de cartão para que os seus entregadores consigam realizar operações via cartão. Caso você assine o plano entrega, não precisa se preocupar com essa parte, pois todo o pagamento vai para o entregador do iFood e que depois será repassado para você.


No início quando o seu estabelecimento é cadastrado no app, ele aparece como "novo" no topo da lista, a sua nota só vai ser exibida depois das 10 primeiras avaliações, então dê muita prioridade paras as primeiras vendas (para todas na verdade, mas você entendeu). Atenção triplicada nos atendimentos pelo aplicativo, pois a sua reputação irá interferir diretamente no faturamento.


O contrato com o iFood não tem fidelidade e pode ser cancelado a qualquer momento, sem se preocupar com tarifas de saída ou multas, o que é bastante vantajoso pela facilidade de promoção que ele oferece, por ser muito conhecido e difundido e dá mais liberdade ao restaurante no quesito contratual.


É muito importante você ter toda a precificação do seu produto na ponta do lápis, sabendo o quanto o seu negócio tem de lucro para assim fazer os cálculos de qual plano escolher, então escolha com sabedoria, calcule as porcentagens.


Se você é iniciante, talvez o plano entrega seja uma melhor opção, pois apesar de ser mais caro, provavelmente o seu negócio não tem ainda a infraestrutura necessária para fazer do primeiro plano básico uma opção atrativa, ou seja, você não precisará se preocupar com frota de motoboys, CLT, máquina de cartão entre outros.


Mas claro, tudo precisa estar de acordo com o potencial do seu negócio, você vai precisar aumentar a margem de lucro? Se aumentar, a concorrência se destaca? Leve isso em consideração.


Já se o seu restaurante está mais avançado, é necessário calcular para ver qual das duas opções é mais interessante para você, e isso pode variar conforme o tipo de negócio, região, categoria, entre outros fatores.


Não esqueça de responder as avaliações dos usuários para fideliza-los, e também, não responda de forma robótica e sim humanizada.


Se você receber algum comentário que acha que foi feito de má fé para prejudicar a reputação do restaurante, o aplicativo tem a opção de solicitar a moderação daquele comentário para uma avaliação, em que o usuário será avaliado conforme o comportamento dele em toda a plataforma e o estabelecimento terá a chance de não ser impactado.


O app também conta com um selo de reconhecimento de excelência que aparece para o cliente final, aumentando assim a autoridade do restaurante, além de disponibilizar uma política de pontos que podem ser utilizados em benefício do comércio.


Alguns estabelecimentos podem passar por problemas financeiros fortes com aplicativos de entrega se não se, prepararem corretamente vale a pena olhar esta reportagem da BBC falando sobre isso.


iFood para entregadores


Se você quer fazer um dinheiro extra e tem uma bicicleta ou moto (hoje em dia tem até patinete elétrico), virar um entregador pode ser uma opção a ser considerada.


É muito bom você saber que o iFood possui um seguro gratuito para os parceiros que irá cobrir todas as viagens enquanto você trabalhar com a plataforma além da volta para a casa chegando a R$100.000,00 para casos de invalidez permanente ou morte.


Vamos então às instruções...


Passo a passo do cadastro


Faça o dowload da versão para entregadores disponível apenas para celulares Android na Play Store .