Persona: 3 passos para conquistar o cliente ideal!



Olá a todos que acompanham o blog da Opção Consultoria!


No texto de hoje, explicaremos sobre um elemento aprofundado do marketing, mas que não é muito conhecido.


Certamente, você já deve ter ouvido falar sobre público-alvo. Correto?


Este é um conceito mais conhecido, que diz respeito ao grupo de pessoas, que possuindo algumas características semelhantes, são os mais propensos a consumir, por isso, focar neles, é o meio mais eficiente de adquirir clientes e aumentar a receita.


Apesar de ser um importante fator que permite um certo grau de assertividade e embasamento nas ações e tomadas de decisões, o público-alvo ainda possui lacunas de informação que seriam extremamente úteis para um empreendimento caso preenchidas, é aí que entra a Persona.


Mas o que exatamente diferencia esses dois conceitos?


Ao falar sobre público-alvo, trata-se de características comuns ao grupo de pessoas que mais tende a consumir, como, gênero, idade, grau de escolaridade, localidade, profissão, dentre outras informações objetivas que delimitam este grupo.


Enquanto a Persona busca refletir a personalidade do cliente ideal da empresa de uma maneira mais sofisticada, de fato, personalizada. Uma análise que vai além das informações objetivas para questões mais subjetivas, como os sonhos, as dores, medos... aquilo que, em essência, faz com que o cliente se identifique com o produto oferecido.


Em um primeiro plano, tudo isso pode parecer um tanto quanto estranho e desnecessário.


Mas pensando de uma maneira profissional, considerando os fundamentos do marketing 4.0 (a fase atual do marketing), vemos como essa é uma importante noção com potencial de tornar os esforços de venda de uma empresa muito mais rentáveis.


Relembrando brevemente esses conceitos, os quais já foram abordados anteriormente neste blog em um artigo sobre marketing digital, com processos de compra cada vez mais digitais, os consumidores demandam em compensação relações comerciais cada vez mais humanizadas, negócios com os quais elas possam se identificar.


Ademais, lembre-se do seguinte ponto: a razão pode ser importante para a decisão de compra, mas a emoção pode ser decisiva na maioria das vezes.


Por isso que buscar entender o cliente de uma maneira mais profunda é tão importante para aumentar as probabilidades de compra, e consequentemente, o número de clientes, o faturamento, a eficácia de campanhas de marketing, e o desempenho comercial de uma empresa como um todo.


Em termos operacionais, isto fornece uma grande ajuda para determinar os melhores conteúdos para a sua empresa compartilhar com o público nas redes, o tom pelo qual se comunicar com esse público, as melhores abordagens de promoções, por exemplo.


E de que forma elaborar a persona? Como entrar na mente e nas emoções do consumidor e entender aquela pessoa que consome seus produtos?


Passo 1: Análises necessitam de dados


Toda análise é dada a partir de informação, seja informações provenientes de entrevistas ou uma base de dados, desde os dados demográficos, passando por vida profissional, hábitos de consumo, tudo o que ajudar a empresa a obter um diagnóstico mais preciso sobre o consumidor ideal. O primeiro passo é adquiri-las.


Passo 2: Identifique os padrões e estabeleça o perfil


Lembre-se, o objetivo é criar um perfil, uma pessoa que represente o cliente que reúne todas as características mais precisas para se tornar o consumidor com maior potencial de compras assíduas em seu negócio.


Logo, a melhor maneira de identificar esse perfil é descobrir dentre clientes assíduos, quais padrões se repetem.


O grupo de fatores que se reproduz em um grupo específico de pessoas tende a significar uma razão que leva ao consumo, por isso, deve ser registrado.


A Persona é literalmente a construção de uma pessoa, que possui nome, idade exata, emprego, sonhos ou desejos... não há uma fórmula exata para isso, mas identificando padrões e aquilo que pode ser interessante para a empresa nesta personalidade, significa que houve sucesso nesta análise.


Passo 3: Implementar a(s) persona(s)


A persona, ou as personas, pois uma empresa não está limitada somente a um consumidor ideal, não é um modelo simplesmente para ser utilizado em um plano bienal de marketing da empresa e ficar engavetado à espera de poucas ideias provenientes de uma pequena equipe.


Parte significativa do impacto de estabelecer uma persona para o marketing, é compartilhar isso com os funcionários desde a escala operacional, desenvolvendo múltiplas concepções e ideias para atrair o público desejado.


A identificação com um produto, serviço ou empresa é estabelecido desde a forma como um vendedor se comunica com o cliente, da maneira como um email de promoção é escrito, até a elaboração das campanhas de anúncios pagos.


Para que dessa maneira, cada profissional reflita em cada ação sobre a melhor maneira de cativar o cliente ideal da empresa.


Conclusão


Agora que você sabe mais sobre persona e conhece a importância deste conceito, por que não dar um passo adiante e refletir sobre isso na sua empresa?


Sabemos da complexidade de algumas tarefas, mas parte da absorção de conhecimentos e grandes ideias surgem não simplesmente da leitura de conteúdos, e sim da reflexão, da tentativa de juntar diferentes conceitos e levá-los dentro do possível para a sua realidade!


Resta alguma dúvida a respeito da Persona? Se sim, pode contar conosco para saná-la em qualquer meio de contato!


Esta é uma tarefa com a qual os consultores da Opção Consultoria estão bastante acostumados, visto que esta é apenas uma das etapas de um Plano de Marketing Digital, um dos serviços oferecidos pela empresa.


Deseja elevar as vendas da sua empresa e se atualizar com as práticas mais atualizadas e rentáveis de marketing? Peça um diagnóstico gratuito agora em nosso site!


E caso você queira ainda conhecer outros conceitos, técnicas e ferramentas extremamente úteis para os negócios, veja outros artigos no nosso blog!